Sistema Ruralista apoiou Cunha na Câmara e ameaçou Direitos Indígenas

BRASÍLIA — Um dia antes das eleições (01/02/15) da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados, o Presidente da Casa Eduardo Cunha (PMDB-RJ) realizou uma maratona de encontros para costurar os últimos apoios. Na manhã do dia 31 de janeiro, sábado, Cunha participou de café da manhã no Hotel Meliá e, se reuniu com a Bancada Ruralista no Congresso.

cunharuralistaO ex-presidente da FPA, Luiz Carlos Heinze (PP-RS) e o novo presidente Marcos Montes (PSD-MG) assinam a carta que declara o combate contra os povos indígenas: “Saibam que à frente desta entidade – a FPA -, temos nos esforçado em combater o bom combate, sempre em prol do fortalecimento do setor rural e valorização do homem do campo e das entidades que os representam. Não é de hoje que enfrentamos os desafios com destemor. Foi assim na aprovação do Código Florestal, na revisão dos índices de produtividade, no emplacamento de máquinas agrícolas etc. E será assim na demarcação de terras indígenas.”

Leia a carta da presidência da Bancada Ruralista aos deputados:

“Nobres deputados,
A Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) expressa suas boas-vindas ao colega que chega ao mesmo tempo em que deseja sucesso nessa nova e importante empreitada, sempre em defesa dos ideais mais sublimes e dos interesses daqueles que o elegeram para o mandato na Câmara Federal.
Aproveitamos esta oportunidade para comunicar nossa decisão de apoiar o combativo líder Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para presidente da Câmara Federal. E nesse sentido o convidamos também a engrossar essa fileira conosco.
Como se sabe, no próximo dia 1º de fevereiro, seremos convocados a eleger a nova Mesa Diretora desta Casa para o biênio 2015/2016. Nessa data, escolher um colega experiente, dedicado e profundo conhecedor dos meandros do Congresso Nacional é imprescindível para a dignidade da Câmara Federal. Nosso apoio ao diligente Eduardo Cunha é resultante de encontro que tivemos com ele, quando se mostrou disposto a protagonizar a altivez da Câmara em relação ao Executivo, pretensão essa compartilhada por todos nós.
Saibam que à frente desta entidade – a FPA -, temos nos esforçado em combater o bom combate, sempre em prol do fortalecimento do setor rural e valorização do homem do campo e das entidades que os representam. Não é de hoje que enfrentamos os desafios com destemor. Foi assim na aprovação do Código Florestal, na revisão dos índices de produtividade, no emplacamento de máquinas agrícolas etc. E será assim na demarcação de terras indígenas, no projeto de acesso aos recursos genéticos, trabalho escravo, na legislação sobre agroquímicos, na lei trabalhista específica para o trabalhador rural, entre outros temas.
Eduardo Cunha sinalizou que as nossas bandeiras serão por ele também conduzidas, a exemplo do que fez o presidente Henrique Eduardo Alves, a quem emprestamos apoio dois anos atrás para comandar esta Casa. Aliás, Alves reconheceu (é bom que se diga) que sua vitória se deveu aos decisivos votos da conhecida, atuante e suprapartidária bancada ruralista. Estamos confiantes de que eleito Eduardo Cunha reconhecerá o nosso peso e abraçará as nossas causas. Este é o nosso desejo. Por isso mesmo é que estamos recomendando nele votar, unidos, eis que nenhum de nós é tão forte quanto todos nós juntos.
*Luis Carlos Heinze (PP-RS) – Presidente da FPA
*Marcos Montes (PSD-MG) – Presidente eleito da FPA”

Anúncios

Queremos sua opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s