Comissão da Verdade denuncia violência contra indígenas na ditadura e aponta parlamentares envolvidos

Macelo Zelic, presidente da Tortura Nunca Mais e membro da Comissão Nacional da Verdade apresenta Relatório Figueiredo e recomendações feitas pela Comissão, aos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, que ainda não foram lidas pelos parlamentares.
A apresentação ocorreu no dia 19 de maio na Comissão Especial PEC 215 na Câmara dos Deputados, em Brasília/DF. Os deputados se mostraram surpresos com as informações. Veja algumas frases ditas por Zelic aos parlamentares Ruralistas que fizeram parte da aula sobre ditadura e Povos Indígenas.
Veja algumas frases ditas por Zelic aos parlamentares Ruralistas que fizeram parte da aula sobre ditadura e Povos Indígenas.ZelicCamara
“Muitos que praticaram violência contra indígenas na ditadura hoje são deputados e senadores, pois herdaram o espólio de seus antecessores e tiveram condições para alcançar o poder.”
“O arrendamento de terras feito pelo SPI foi responsável pelo esbulho de terras indígenas no Paraná.”
“No sul da Bahia muitos se beneficiaram dos envenenamentos e assassinatos de indígenas e as terras estão em disputa até hoje.”
“Como vamos fazer uma reparação pelos crimes da ditadura contra os indígenas? A PEC 215 vai contra isso.”
“O que vai parar a violência no campo é a demarcação das terras indígenas, pois ela tem um papel que transcende o reconhecimento de direitos, mas a partir da Comissão da Verdade ela ganha o status de reparação de direitos.”
“Como se vai defender a existência de marco temporal de 1988 sendo que os indígenas foram escorraçados de suas terras pela ditadura? Como fazer que o marco temporal seja razoável, sendo que o indígena nunca foi expulso, mas sempre disse: essa terra é minha!”
“Reconhecer o marco temporal de 88 é legitimar toda a violência passada.”
“Por que até hoje não se tem uma Secretaria dos Povos Indígenas no Brasil e ainda se deixa estes povos à mercê dos interesses de ministérios, parlamentares e juízes?”
“Eu recomendo aos senhores que leiam o Relatório Figueiredo e as recomendações.”
“Continuar priorizando commodities em vez da vida humana? A PEC 215 está dentro deste contexto.”
“Os deputados da Câmara dos deputados estão surdos à isto, por que estão dando atenção aos interesses do agronegócio.”
“As recomendações da Comissão da Verdade são para o Executivo, o Legislativo e ao Judiciário”.
“Quando Romero Jucá assumiu a Funai na década de 80 o interesse dele era a mineração e não os indígenas, que é o interesse dele até hoje. Inclusive ele foi citado no Relatório Figueiredo.”
Anúncios

Queremos sua opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s