2015: Missionários ainda insistem em evangelizar indígenas na Amazônia

Em pleno século XXI, ano 2015, ao pensarmos que povos indígenas têm seus direitos garantidos e sua cultura protegida pela Constituição Federal de 1988, vemos ainda a ação de Missionários.

Um grupo de missionários, que participa dos cursos de formação no Centro Cultural Missionário (CCM) em Brasília (DF), visitou a sede da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) / Foto: CNBB

Um grupo de missionários, que participa dos cursos de formação no Centro Cultural Missionário (CCM) em Brasília (DF), visitou a sede da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) / Foto: CNBB

Pode isso, Arnaldo?

A regra é clara: CF 88 – Art. 231. São reconhecidos aos índios sua organização social, costumes, línguas, crenças e tradições.

Mas Missionários Católicos formados para evangelizar indígenas estão seguindo para a Amazônia e, afirmam, à pedido do Papa Francisco.

Leia a matéria e, se puder, divulgue.

#DireitosIndigenas

Missionários se preparam para trabalho na Amazônia

Publicado em: 28 de maio de 2015

http://encontrocomcristo.com.br/missionarios-se-preparam-para-trabalho-na-amazonia/

http://noticias.cancaonova.com/missionarios-se-preparam-para-trabalho-na-amazonia/

Um grupo de missionários, que participa dos cursos de formação no Centro Cultural Missionário (CCM) em Brasília (DF), visitou a sede da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) na tarde desta quarta-feira, 27. Entre eles, duas religiosas e um padre trabalharão na diocese de São Gabriel da Cachoeira.

Padre Luiz Aparecido, que pertence à arquidiocese de Botucatu e trabalha atualmente como missionário em Ipameri (GO),  participará do Projeto Missionário  Igrejas Irmãs dos regionais Sul 1 e Norte 1 da CNBB. O sacerdote destaca a importância da formação do CCM para a missão.

“O curso nos ajuda muito a colocar o pé no chão para onde a gente vai chegar,  conhecer a realidade para poder ver como podemos participar, contribuindo dentro daquela cultura, convivendo com eles, auxiliando no que a gente puder e nos colocando como irmãos dentro da comunidade”, afirma.

A diocese de São Gabriel da Cachoeira, sob responsabilidade de Dom Edson Damian, possui 23 etnias indígenas diferentes e 18 línguas faladas pelos povos locais. Na região, o trabalho missionário de catequese com os indígenas é feito com a enculturação do Evangelho, iniciando a população local à vida cristã.

As outras duas missionárias que partirão para a diocese com maior presença indígena do Brasil pertencem à Congregação das Filhas de Santa Maria da Providência. Irmã Elda Soscia e irmã Irene Helena Martiniatuavam no Rio Grande do Sul e responderam ao chamado do papa Francisco para a evangelização na Amazônia.

“Nós esperamos fazer uma convivência com nossos irmãos indígenas de maneira que possamos dar e receber. Antes de tudo queremos receber porque eles foram bastante injustiçados. Por isso, queremos colocar à escuta para perceber os valores da cultura deles e depois queremos também anunciar o Cristo que é o porquê da nossa vida”, disse a irmã Elda.

Anúncios

Uma resposta para “2015: Missionários ainda insistem em evangelizar indígenas na Amazônia

  1. Quanto ao missionário, catequisar realmente seria interferir/influenciar nos hábitos, crenças e preconceitos indígenas. Acredito que o contato com o missionário deveria ser monitorado por relatórios e se restringir a alfabetizar o índio que não sofreu ou pouco sofreu interferência ou convívio com o civilizado somente após uns dezoito anos de idade, quando já teria assimilado muito mais a cultura própria e amadurecido sua personalidade sendo bem menos invasivo esse conhecimento exterior.

    Curtir

Queremos sua opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s