Concurso da Funai em risco com novos cortes do Governo

Após um final de semana de muitas reuniões entre a presidente Dilma Rousseff e vários de seus ministros, o governo federal anunciou nesta segunda-feira (14/09) um bloqueio adicional de gastos no orçamento de 2016 no valor de R$ 26 bilhões. Além disso, o cancelamento de ajustes salariais de servidores e concursos públicos.

Quanto ao reajuste salarial, o Ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, disse que

“Estamos vendo aumento do desemprego no setor privado e reajustes de salários sem contemplar inflação. Nesse momento, é plenamente justificável [adiar reajuste para 2016]. A média de salários [no setor público] é superior ao setor privado. E [os servidores públicos] têm estabilidade no emprego. Nesse momento de travessia fiscal, nesse esforço para elevar o superávit primário, todos estão fazendo sua parte. Achamos adequado adiar proposta de reajuste para 2016 de janeiro para agosto”.

Quanto aos concursos, que estavam estimados em R$ 1,5 bilhão em gastos em 2016, a Fundação Nacional do Índio também aguardava o preenchimento de 220 vagas:  208 para indigenista especializado (nível superior), 7 para engenheiro (nível superior) e 7 para engenheiro agrônomo (nível superior), porém corre o risco de ser cortado.

Veja lista de outros órgãos que devem ter concursos suspensos

1. Advocacia-Geral da União (AGU) – 84 vagas para advogado da União da 2ª categoria

2. Aeronáutica – 34 vagas: 22 para a área de engenharia / 3 para a área de administração e economia / 9 para área técnica

3. Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) – 150 vagas: 65 para especialista em regulação de aviação civil (nível superior) / 25 para analista administrativo (nível superior) / 45 para técnico em regulação de aviação civil (nível médio) / 15 para técnico administrativo (nível médio)

4. Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) – 34 vagas: 14 para técnico em regulação de petróleo e derivados, álcool combustível e gás natural / 20 para técnico administrativo

5. Agência Nacional da Saúde Suplementar (ANS) – 102 vagas: 36 para técnico em regulação de saúde suplementar / 66 para técnico administrativo

6. Ministério da Educação (MEC) – 321 vagas: 58 para médico (nível superior) / 44 para enfermeiro (nível superior) / 20 para fisioterapeuta (nível superior) / 7 para psicólogo (nível superior) / 8 para fonoaudiólogo (nível superior) / 167 para técnico de enfermagem / 13 para técnico de laboratório / 4 para técnico em radiologia

7. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) 80 vagas para analista de planejamento e orçamento

8. Serviço Geológico do Brasil – 52 vagas para técnico em geociências (nível médio)

9. Agência Brasileira de Inteligência (Abin) – 470 vagas

Anúncios

Queremos sua opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s